Observatório Político Brasileiro

Artigos assinados; clipping e crítica de notícias políticas de interesse público

Escândalos Políticos do Congresso Brasileiro - 2009 a 2011

Através do nosso corruptoescandalômetro e com base nas informações de escândalos do site Uol Notícias/Política, temos publicado e atualizado os escândalos políticos do Congresso há já quase 2 anos. Nossa a intenção, além da denúncia, é claro, é analisar os casos e ver se eles estão aumentando ou diminuindo e se vão continuar a acontecer. Vamos aos números e às análises (clique no link para acessar o escândalo!):

Escândalos Políticos do Congresso – 2009

Acompanhe os escândalos

  1. Verba indenizatória secreta na Câmara e no Senado
  2. Castelogate, o deputado Edmar Moreira e sua segurança privada
  3. Agaciel Maia, diretor-geral do Senado, e sua mansão
  4. Horas extras nas férias para funcionários da Câmara e do Senado
  5. Chico Alencar (PSOL-RJ) contrata correligionário
  6. Diretor do Senado usava apartamento funcional para família
  7. Sarney utiliza seguranças do Senado no Maranhão
  8. Empresas terceirizadas abrigam parentes de diretores e funcionários do Senado
  9. Tião Viana empresta celular à filha em viagem ao México
  10. Diretores no Senado: eram 181
  11. Assessora de Roseana Sarney também era diretora
  12. Renan emprega sogra de assessor no Senado, filho na Câmara, tem funcionários fantasmas e aliado recebendo verba indenizatória em Alagoas
  13. Filha de FHC trabalha de casa para senador
  14. Diretora de comunicação do Senado em campanha
  15. Deputado Alberto Fraga (DEM-DF) contrata empregada doméstica
  16. Deputado Arnaldo Jardim (PPS-SP) contrata empregada doméstica
  17. Deputado José Paulo Tóffano (PV-SP) contrata empregada doméstica
  18. Tasso Jereissati (PSDB-CE) e os loucos por jatinhos
  19. Gráfica do Senado imprime material de campanha
  20. Funcionários do senador Adelmir Santana (DEM-DF) prestam serviço a vice-governador
  21. Ministro Hélio Costa (PMDB, Comunicações) usa serviço de secretária paga pelo seu suplente no Senado, Wellington Salgado (PMDB-MG)
  22. Terceirização irregular no Senado
  23. Deputado Fábio Faria (PMN-RN) pagou viagens para Carnatal, inclusive para Adriane Galisteu
  24. Ministros-deputados usam passagens da Câmara
  25. Deputados fazem viagens internacionais pagas pela Câmara
  26. Câmara e Senado perdoam todos os delitos da "farra aérea" e fingem cortar gastos
  27. Viúva do senador Jefferson Péres (PDT-AM) recebe sobra de passagens em dinheiro
  28. Ministros do Supremo Tribunal Federal entram na cota de passagens da Câmara
  29. Senador Gerson Camata (PMDB-ES) acusado de uso de caixa dois
  30. Delegado Protógenes Queiroz voou com passagens do PSOL
  31. Membros do Conselho de Ética usaram passagens e ajudam financiadores de suas campanhas
  32. Fernando Gabeira (PV-RJ) deu passagens para família ir ao exterior e contratou mulher com verba indenizatória
  33. Michel Temer (PMDB-SP), presidente da Câmara, também usou passagens para "familiares e terceiros"
  34. Ministro do TCU Augusto Nardes (ex-deputado) voa na cota do deputado Otávio Germano (PP-RS)
  35. Câmara pagou 42 passagens para ex-diretor do Senado João Carlos Zoghbi e família
  36. Senado paga motorista de ministro Hélio Costa (Comunicações) em BH
  37. Ciro Gomes (PSB-CE) reage à reportagem sobre passagens com xingamentos
  38. Gabinetes da Câmara negociam bilhetes de deputados com agências
  39. Senadores têm seguro saúde vitalício para a família
  40. Senador Mozarildo Cavalcanti (PTB-RR) usou assessor do Senado para compras particulares
  41. Ex-diretor de RH do Senado João Carlos Zoghbi usava empresas de fachada
  42. Deputado Eugênio Rabelo (PP-CE) usa cota aérea com time de futebol
  43. Deputados "clonam" prestação de contas
  44. Deputado Geraldo Resende (PMDB-MS) pagou com verba indenizatória advogado que atuou em sua defesa no TSE
  45. 117 ex-deputados tiveram passagens aéreas pagas pela Câmara
  46. Senador Magno Malta (PR-ES) passou quatro dias em Dubai com dinheiro do Senado
  47. Senadores Alvaro Dias (PSDB-PR), Geraldo Mesquita (PMDB-AC), Paulo Paim (PT-RS) e Osmar Dias (PDT-PR) usaram cota para voos ao exterior
  48. Senador Renan Calheiros (PMDB-AL) cedeu passagens a primo e a 2 assessores
  49. Senador Eduardo Suplicy (PT-SP) deu passagem para namorada ir ao exterior
  50. Senadores vivos 'ganham' ruas e avenidas em reduto eleitoral
  51. Funcionário preso do Senado recebeu salário por 5 anos
  52. Senado pagou 291 passagens para ex-senadores e até para dois senadores já mortos
  53. Câmara paga piloto de avião de ministro Geddel Vieira Lima (PMDB, Integração)
  54. Câmara paga 8 voos para investigado pela PF que é colaborador do empresário Fernando Sarney
  55. STF abre processo contra deputado acusado de atentado violento ao pudor
  56. Auxílio-moradia para comprar apto. E para quem não precisa: deputados Alexandre Silveira (PPS-MG) e Rita Camara (PMDB-ES) e senadores Gerson Camata (PMDB-ES), José Sarney (PMDB-AP), João Pedro (PT-AM), Cícero Lucena (PSDB-PB) e Gilberto Gollner (DEM-MT)
  57. Efraim Morais (DEM-PB): 52 funcionários fantasmas e carro oficial para uso particular
  58. Servidor do PMDB no Senado que ganha R$ 15 mil mensais dá expediente em loja de móveis
  59. Funcionário envolvido em operação da PF é indicado para comissão no Senado
  60. José Sarney tem amigos, aliados e parentes contratados pelo Senado
  61. Senado usa mais de mil atos secretos para criar cargos e aumentar benefícios
  62. Senado indeniza empresa suspeita de irregularidade com R$700 mil
  63. Deputados ignoram regras da Câmara para pagar alimentação
  64. 350 funcionários do Senado têm salário maior que o de ministros do STF
  65. Valdir Raupp (PMDB-RO) aprova concessão de rádio que tem como sócio seu assessor
  66. Arthur Virgílio (PSDB-AM) mantém fantasma em seu gabinete
  67. Neto de Sarney opera no Senado crédito consignado, que é alvo da PF
  68. Fernando Collor (PTB-AL) usa verba indenizatória para vigiar Casa da Dinda e comprar quentinhas
  69. Nova diretora de RH do Senado entrou no emprego em trem da alegria
  70. Sarney oculta da Justiça casa de R$ 4 milhões e a usa para reunião com lobistas
  71. Senado tem contas secretas
  72. Ministro Carlos Minc (Meio Ambiente) emprega mulher na Câmara
  73. Senado ignora decisão do STF e mantém nepotismo
  74. Fundação Sarney é suspeita de desviar verba de estatal
  75. Sarney é acusado de ter conta bancária no exterior
  76. Senadores inflam gabinetes com afilhados políticos
  77. Fabricante de caças pagou viagem de deputados a Paris
  78. Trem da alegria secreto efetivou 82 servidores do Senado sem concurso
  79. Comissões do Senado empregam fantasmas
  80. Senado usou quase R$ 1 milhão de verba de fundo sem licitação
  81. Paulo Roberto (PTB-RS) e Eugênio Rabelo (PP-CE) são acusados de reter salários de assessores
  82. Roseana Sarney (PMDB-MA) pagou secretária com verba indenizatória
  83. Rosalba Ciarlini (DEM-RN) usou cota de passagens aéreas para turismo
  84. Álvaro Dias (PSDB-PR) não declarou R$ 6 milhões à Justiça Eleitoral
  85. Sérgio Guerra (PSDB-PE) bancou viagem de filha à Nova York com dinheiro do Senado
  86. Senador Roberto Cavalcanti (PRB-PB), investigado pelo Fisco, dá emprego a filha do secretário da Receita
  87. Empreiteira pagou dois imóveis para família Sarney em SP
  88. Senado gastou R$ 25 mil em acordo que ficou só no papel
  89. Tião Viana (PT-AC) ocultou casa de R$ 600 mil da Justiça Eleitoral
  90. Senado ignora sobrepreço em obra de prédio
  91. Papaléo Paes (PSDB-AP) quis contratar mulher de Agaciel Maia para trabalhar em seu gabinete
  92. Câmara perdoa 85% das faltas dos deputados
  93. Senado gastou R$ 70 mil em curso de Ideli Salvatti (PT-SC) em 3 países
  94. Ministro do PR usa emendas de orçamento para atrair deputados ao seu partido
  95. Marco Maciel tinha funcionário presidiário recebendo salário
  96. 98 servidores do Senado fizeram cursos no exterior em 2007 e 2008
  97. Dos 3.413 funcionários efetivos do Senado, apenas 300 não recebem complementação salarial
  98. José Sarney (PMDB-AP) e Michel Temer (PMDB-SP) mantém supersalários
  99. Senado custeia despesas da Polícia Militar do Distrito Federal
  100. Sem resultados, Parlasul gasta R$ 580 mil do Congresso Nacional em diárias
  101. 828 servidores ignoram censo interno do Senado
  102. Câmara cede imóvel funcional a Gastão Vieira, secretário de Roseana Sarney no Maranhão
  103. Senado desrespeita Supremo e não remove senador cassado
  104. Empresário do DF diz ter entregue propina aos deputados Michel Temer (PMDB-SP), Tadeu Filipelli (PMDB-DF), Eduardo Cunha (PMDB-RJ) e Henrique Alves (PMDB-RN)
  105. Senador Osvaldo Sobrinho (PTB-MT) gasta verba indenizatória com rádios próprias
  106. Deputados usam verba para pagar custo de viagens a locais turísticos
  107. Câmara pagou gastos de deputados com "festa de Natal"
  108. Câmara gasta 64,4% a mais com horas extras em 2009

Fonte: Uol Notícias – Política

Escândalos Políticos do Congresso – 2010

  1. Senado autoriza "passagens extras" para 2010
  2. Deputado Ernandes Amorim (PTB-RO) pede que a Câmara compre um jatinho para deputados
  3. Gasto com publicidade de senadores cresce 52% em véspera de ano eleitoral
  4. Senadores ganham diárias para ficar em casa
  5. Deputados repassaram verbas públicas para empresas doadoras de campanha
  6. Senado gasta R$ 6,4 milhões com despesas médicas de ex-senadores
  7. 2 mil faltas a mais na Câmara em 2009
  8. Senado libera 274 funcionários de registrar presença
  9. Fraude desvia R$ 2 milhões na Câmara
  10. Deputado Waldemir Moka (PMDB-MS) pede voto com dinheiro público da Câmara
  11. Deputado Sandro Mabel (PR-GO) diz ter ajudado a pagar carro para acusado de praticar golpe da creche na Câmara
  12. Senado abona 8 de cada 10 faltas dos senadores
  13. Câmara paga R$ 390 mil em horas extras no recesso
  14. Senador Renan Calheiros (PMDB-AL) contratou "fantasma" exonerada por Sarney
  15. Deputados eleitos presidentes de comissões são alvo no STF
  16. Agaciel Maia, pivô do escândalo dos atos secretos, não é demitido
  17. Lobista diz ter sido "laranja" do senador Romero Jucá (PMDB-RR)
  18. Censo Legislativo do Senado empregou parentes e aliados de senadores
  19. Senador Renan Calheiros (PMDB-AL) é denunciado por imprimir publicações de promoção pessoal com dinheiro do Senado
  20. Senado paga 8,2 mi a clínicas de servidores da própria casa
  21. Suíça bloqueia US$ 13 milhões do filho de Sarney
  22. Procuradoria quer que Sarney devolva ganhos acima do teto
  23. Em ano eleitoral, deputados distribuem computadores comprados com dinheiro público
  24. Mensalão do DEM: Suposto caixa 2 de Arruda menciona pagamento a "Sarney"
  25. Senado paga R$26 mil para dentista de Lobão Filho (PMDB-MA)
  26. José Sarney (PMDB-AP) desrespeita STF e recontrata mulher de aliado
  27. Aliados de Serra (PSDB) usam material da Câmara para campanha
  28. Gabinete de Efraim Morais (DEM-PB) contratou funcionárias fantasmas
  29. Aliados de Lula conseguem mais verbas no Congresso
  30. Senado recontrata 1,6 mil terceirizados
  31. "Projeto secreto" aumenta salários no Senado
  32. Sérgio Guerra (PSDB-PE) contrata "fantasmas"
  33. Senado tem 214 diretores, incluindo o "diretor de garagem"
  34. Marconi Perillo (PSDB-GO) é investigado por suposta propina
  35. Vice de Serra emprega amigo que não trabalha no gabinete
  36. Senador Edson Lobão (PMDB-MA) tenta se apossar do ouro de Serra Pelada, diz Estadão
  37. Renan Calheiros (PMDB-AL) é investigado por improbidade administrativa
  38. 5 deputados estão, há 3 anos, na lista dos mais faltosos
  39. MP denuncia senador Valdir Raupp (PMDB-RO) por crime contra o sistema financeiro
  40. Bônus irregular a funcionários do Senado deu prejuízo de R$ 157 milhões, diz TCU
  41. Senador recebeu suspeito de chefiar máfia dos combustíveis
  42. Congressistas são relacionados a superfaturamento de eventos
  43. Ministro de Dilma pagou motel com dinheiro da Câmara
  44. Ministros de Dilma agradeceram votos com verba do Congresso

Fonte: Uol Notícias – Política

Escândalos Políticos do Congresso – 2011 (até 20/06/2011):

  1. Senador Gim Argello (PTB) dá prêmios fantasmas no DF
  2. Três deputados faltam a mais da metade das sessões
  3. Câmara gasta R$ 5 milhões com "deputados de verão"
  4. Gim Argello (PTB-DF) emprega namorada do filho em seu gabinete
  5. Argello (PTB-DF) faz emenda de R$ 3 milhões que valoriza terras de seu filho
  6. Senadores excedem limite mensal de passagens
  7. Congresso gasta R$ 88 milhões com ex-deputados e viúvas
  8. Senado só esteve completo para absolver Renan Calheiros (PMDB-AL)
  9. Senadores recebem mais que o teto do funcionalismo público
  10. Eduardo Cunha (PMDB-RJ) é relacionado a gastança em Furnas
  11. Congresso recebeu mais dinheiro do Planalto antes da eleição
  12. "Prefeitos" do Congresso são investigados no STF
  13. Deputados deixam o cargo, mas mantêm salário
  14. Presidente da Câmara quer aumentar cargos sem concurso na Casa
  15. Gilvan Borges (PMDB-AP) é acusado de comprar testemunhas para derrubar Capiberibe (PSB-AP)
  16. No Senado, PR emprega mulher de ministro do TCU
  17. Acre favoreceu empresa ligada ao senador Jorge Viana (PT-AC), diz PF
  18. Senado prefere empresa denunciada por superfaturamento
  19. Congressistas sem mandato têm aposentadorias de, pelo menos, R$ 7 mil
  20. Deputada Jaqueline Roriz (PMN-DF) é associada ao mensalão do DEM
  21. Paulinho da Força (PDT-SP) é condenado por improbidade administrativa
  22. PMDB tem sede na Câmara sem pagar aluguel
  23. Envolvidos em escândalos estão no Conselho de Ética da Câmara
  24. Empresa monta 'puxadinho' no Senado
  25. Deputados vigiam seus próprios financiadores
  26. Jair Bolsonaro (PP-RJ) é acusado de homofobia e racismo
  27. Sarney renomeia incentivador do nepotismo no Senado
  28. João Ribeiro (PR-TO) escraviza trabalhadores, diz TST
  29. Tiririca (PR-SP) emprega amigos e paga resort com dinheiro público
  30. No Senado, funcionários batem ponto e vão para casa
  31. Congresso gasta mais em época de contenção
  32. Marco Maia (PT-RS) inclui Real x Barça em viagem oficial
  33. Senado troca carros e dá iPhones para senadores
  34. Romário (PSB-RJ) emprega modelo e amigo com dinheiro da Câmara
  35. Câmara gasta R$ 10 milhões a mais em apartamentos funcionais
  36. Senado alega 'emergência' para não licitar
  37. Senador emprega suspeito de contratar fantasma
  38. Senador Requião (PMDB-PR) arranca gravador da mão de repórter no Senado
  39. Senadores dispensam funcionários de bater ponto
  40. Senado expulsa 'CQC' após pergunta incômoda a Renan Calheiros (PMDB-AL)
  41. Em 3 meses, senadores acumulam 274 faltas
  42. Senado premia servidores sem avaliar trabalho realizado
  43. Denúncias contra congressistas no STF envolvem 350 crimes
  44. PF indica relação de Gilvam Borges (PMDB-AP) na morte de índios
  45. Sarney (PMDB-AP) oferece jantar de R$ 24 mil com dinheiro do Senado
  46. Romário (PSB-RJ) responde em caso de crime ambiental no STF
  47. Lobista acusa Romero Jucá (PMDB-RR) de fazer caixa 2 e usar laranjas
  48. Câmara gasta R$ 500 mil com diárias no exterior
  49. Senado tentou apagar impeachment de Collor de sua história
  50. Câmara propõe inventar cargos para agradar a partidos

Fonte: Uol Notícias-Política

O que dizem os números:

  • Total de casos em 2009 (12 meses): 108;
  • Total de casos em 2010 (12 meses):   44;
  • Total de casos em 2011 (6 meses)  :   50.

A conclusão da análise:

No ano de 2009: a coisa corria frouxa e era uma farra total até que as denúncias de corrupção no Senado começaram a surgir: farra das passagens aéreas, nomeação de fantasmas, contas secretas do Senado, trens da alegria, os mais de 1.00 atos secretos do Senado, verbas indenizatórias pagando gastos particulares, contra-cheques adulterados, etc. A coisa explodiu e por pouco Sarney não caiu.

No ano de 2010: com o reflexo dos escândalos de 2009 ainda frescos na memória popular, vieram as pressões sobre a chamada “Lei da Ficha Limpa” (que até hoje ainda não surtiu seus efeitos, eis que o STF decidiu que só vale para as próximas eleições). Com a incerteza da validade e alcance da “Lei da Ficha-Limpa”, veio também o temor de novos escândalos, por se tratar de ano eleitoral e de a população estar muito enfurecida com os 108 escândalos de 2009. Então, por prudência e inteligência, para não prejudicar eleitoralmente a si próprios ou a companheiros de partidos, eles maneiraram e o número de escândalos reduziu-se para 44 (menos da metade dos do ano anterior).

No ano de 2011: encerradas as eleições, Sarney reconduzido à Presidênciado Senado, ninguém punido, fichas-sujas eleitos podendo assumir seus cargos, população dando-se por satisfeita com a enganação da “Lei da Ficha-Limpa”, houve um certo afrouxamento nas pressões e voltou tudo a ser como antes, talvez até com mais força, já que em menos de 6 meses completos, já temos mais escândalos que os dos 12 meses de 2010 e, ao que tudo indica iremos nos gualar ou superar 2009, uma vez que temos 6 meses e 10 dias pela frente. É esperar para conferir. 

Isso é o que nos conta a história desses negros anos e que jamais poderá ser reparada no futuro. Não é como apagar o período do Governo Collor e do seu impeachment da galeria que expunha a história do Senado Federal, como queria Sarney. Não, isso não é tão simples assim. O que aconteceu, aconteceu.

Será que os políticos, além de cometerem os crimes, querem agora também apagá-los da história, dizendo que não aconteceram? Aí também já é um pouco demais.

ACORDA, BRASIL!

Exibições: 5236

Tags: Congresso Nacional, corruptoescandalômetro, escandalômetro, escândalos políticos, senadores

Comentar

Você precisa ser um membro de Observatório Político Brasileiro para adicionar comentários!

Entrar em Observatório Político Brasileiro

Noticiário Recente

*** Em atualização ***

Links Indicados:



Visitantes, a partir de 06/05/2009:

Efeitos Especiais


Assinar o feed


diHITT - Notícias


© 2017   Criado por Ivo S. G. Reis.   Ativado por

Relatar um incidente  |  Termos de serviço