Observatório Político Brasileiro

Artigos assinados; clipping e crítica de notícias políticas de interesse público

Marta Suplicy, "Ministra da Cultura"?!!! Isto é deboche? Ah, Brasil!

É inacreditável. Sua nomeação chega a ser um desrespeito, um descaso para com a opinião pública brasileira, que tem profunda rejeição a Marta Suplicy, não só pelo seu currículo político nada recomendável e pela sua conhecida incompetência administrativa, demonstrada quando prefeita de São Apulo, mas principalmente por conta do seu comportamento condenável, vergonhoso e indecoroso, enquanto Ministra do Turismo.

Ninguém se esquece do ainda recente episódio em que, diante da reclamação popular contra o caos que tomara conta dos aeroportos brasileiros, com sucessivos atrasos e cancelamentos de vôos, povo dormindo nos saguões de espera, cansado, sem informação, ignorado, desrespeitado,  ela, ao ser entrevistada, soltou aquela inesquecível frase chula: "Relaxa e goza!". isso é postura de uma ministra? Essa "senhora" jamais deveria voltar a ocupar nenhum cargo público ou político, nem de vereadora. Ela deve estar "gozando" sim, mas é da passividade do povo brasileiro.

Vejam o conselho que a então Ministra do Turismo, em 2007, dava aos passageiros, durante a crise aérea

:

A gente não quer só comida, a gente quer comida diversão e arte(???)

Para piorar, na cerimônia de posse, a presidenta Dilma ainda destacou em seu discurso esta frase de uma das músicas da Banda Titãs: "A gente não quer só comida, a gente que comida, diversão e arte!" (???)

Bem, se é assim que a nossa presidenta enxerga e trata o povo brasileiro, ela e Marta Suplicy (como explora a força do nome "Suplicy"!) vão se dar muito bem. Confiam em que a memória do povo é curta e burra e que ninguém mais se lembra do episódio, deste e de tantos outros que denigrem á nossa política. Mas será mesmo, presidenta? Estamos em outros tempos e enganar-nos só com "comida, diversão e arte" talvez  já não seja mais tão eficiente como foi outrora.

O povo quer comida sim, presidenta, e até diversão, para não pirar de vez. Mas junto com isso quer, principalmente, uma melhor qualidade de vida, refletida em seu IDH, menos enganação, respeito e menos corrupção, mentiras e impunidades, por parte de seus políticos. Não entre no jogo político sujo, não seja conivente com isso, não decepcione aqueles que a elegeram com a esperança de vê-la governar com honestidade e seriedade, sem se dobrar às intrigas e conspirações palacianas. A senhora está fraquejando, presidenta. Está cedendo às intrigas e pressões palacianas e agindo igual aos seus corruptores.

Nomeação foi compensação e moeda de troca, por conta de apoio político duvidoso

Já nem vem muito ao caso sob que pretextos se deu a nomeação de Marta que, segundo notícias, "exigiu" um ministério, em troca do seu apoio político a  Fernando Haddad, candidato à Prefeitura de São Paulo, um preço muito caro para um apoio duvidoso, eis que Marta possui um alto índice de rejeição entre os paulistanos, pela administração desastrosa que fez quando prefeita. Tanto é que novamente, por duas vezes candidata (2004,2008), não conseguiu reeleger-se. Seu prêmio de consolação (que consolão, hein D. Marta?) se deu com a eleição para senadora, em 2010, à custa de muitas manobras e cambalachos políticos, ela, que nem competência para ser vereadora tem. Ceder às suas inescrupulosas exigências (dizem que não tem escrúpulos para pedir e negociar) e dar-lhe um ministério por conta de um apoio político duvidoso, é um preço muito alto a ser pago, principalmente considerando que, afinal, não é o governo quem vai pagar a conta, mas o povo brasileiro.

Segundo o jornal O Globo/País a "A nomeação seria uma recompensa à senadora por ter sido preterida por Haddad para disputar a prefeitura de São Paulo pelo PT e pelo recente engajamento dela na campanha do ex-ministro da educação.

Sejam lá quais forem os motivos, não acreditamos que a saída da ex-ministra Ana de Hollanda fosse um pedido de demisssão espontâeo, por conta da sua insatisfação com o baixo valor da verba destinada ao seu ministério e às excessivas críticas e pressões que vinha sofrendo. A verdade é que ela "precisava sair" para dar lugar à Marta, pois era aquele o ministério que ela queria.

Outras Frases do Discurso de Posse

Uma outra frase interessante (foi um verdadeiro festival de abobrinhas) disse a presidente Dilma, no discuso de posse da ministra Marta Suplicy: "... Nenhuma nação se afirma sem que a cultura seja celebrada".

Verdade, verdade. Mas com Marta Suplicy como ministra da Cultura, presidenta?!!! 

Exibições: 197

Tags: Marta Suplicy, MinC, Ministério da Cultura, eleições em São Paulo, posse de Marta Suplicy

Comentar

Você precisa ser um membro de Observatório Político Brasileiro para adicionar comentários!

Entrar em Observatório Político Brasileiro

Noticiário Recente

*** Em atualização ***

Links Indicados:



Visitantes, a partir de 06/05/2009:

Efeitos Especiais


Assinar o feed


diHITT - Notícias


© 2017   Criado por Ivo S. G. Reis.   Ativado por

Relatar um incidente  |  Termos de serviço